Vaquejada: TUDO sobre o Esporte, Cultura e Paixão Nordestina

Abre a porteira e manda boi, papai! Vaquejada é paixão, cultura e esporte, detalhe, o maior e melhor esporte do Brasil.

Concorda? Valeu o boi!

Vaquejada tem história e faz parte da cultura do povo Nordestino, é um esporte equestre bastante popular e praticado Brasil afora.

Todo final de semana a Vaqueirama se junta para correr boi, sempre ao som de Músicas de Vaquejada e grandes Shows. Gera renda, empregos e movimenta a economia da região.

Mas o que é Vaquejada?

Calma, nós vamos te contar! Você vai virar um especialista no assunto.

Vaquejada: o que é e como surgiu

A Vaquejada é uma atividade cultural típica do nordeste brasileiro, que se tornou o maior e mais apaixonante esporte do Brasil.

Meu esporte é Vaquejada, papai!

Certo, mas como surgiu?

Tudo começou no final do século 18, início do século 19 no Nordeste, na região de Seridó, Rio Grande do Norte. Faz tempo!

Na época, as fazendas não eram cercadas e o gado ficava solto na caatinga. Então, os fazendeiros reuniam vários Vaqueiros para o manejo do gado, foi onde surgiu a chamada Festa de Apartação.

Durante a Festa de Apartação, ou manejo, alguns bois fugiam e corriam para dentro da caatinga. Eles eram apelidados de marueiros ou barbatões.

Pegada de Boi

Pega de Boi - Vaqueiro na Caatinga

O Vaqueiro, que não é besta, corre atrás do Barbatão até derrubar e levar o animal de volta para o rebanho.

Foi assim que surgiu a Pega de Boi. Na derrubada do boi, além da fama, o Vaqueiro recebia um prêmio ou recompensa em dinheiro.

Massa, né?

Corrida de Mourão

Corrida de Mourão

Por volta de 1940, surge a Corrida de Mourão, uma evolução da Pega de Boi. A Corrida era realizada dentro das fazendas, diferente da Pega de Boi que acontecia no meio da caatinga.

As disputas aconteciam entre os Vaqueiros, um de cada vez, correndo atrás do boi.

Portanto.

Ganhava aquele que se destacasse na puxada e derrubada do boi.

Valeu o boi, papai!

Vaqueiros, Bois e Cavalos: como funciona o esporte

De forma resumida, funciona assim:

Dois Vaqueiros montados à cavalo, o puxador e o esteira, correm atrás do boi para derrubar o animal no final da pista entre duas faixas de cal.

Vaquejada Moderna, nos dias de hoje

Vaquejada - Puxador e Esteira

O Puxador e o Esteira entram na pista. O Puxador é o Vaqueiro que vai derrubar o boi, já o esteira passa o “Rabo do Boi” para o Puxador.

O Boi é solto no começo da pista e parte em disparada, os vaqueiros correm atrás, o esteira passa o rabo do boi para o puxador.

Para “valer o boi”, o Puxador precisa derrubar o boi entre as duas faixas de cal.

Por fim.

O boi precisa cair com as 4 patas fora do chão e levantar-se entre as duas faixas.

Valeu o boi, papai!

Tudo acontece em segundos, é muito rápido. Se o Vaqueiro piscar perde o boi, leva “zero” e é desclassificado.

Ou seja.

Vaqueiro bom de boi precisa de técnica, habilidade e um Cavalo de Vaquejada diferente. Feito no futebol, ninguém ganha o jogo “sozinho”.

O evento ocorre em locais apropriados, chamado de Parque de Vaquejada. Tudo com muito conforto e segurança para os animais, vaqueiros e público.

Play no vídeo!

Cavalo de Vaquejada

Quando o assunto é Vaquejada, existem duas raças de cavalos que se destacam na hora de “Valer o Boi”.

São elas: Cavalo Quarto de Milha e o Paint Horse, também conhecida como American Paint Horse.

Isso se explica pelas características desses animais, que são fortes, velozes, ágeis e dóceis.

Cavalo de Vaquejada para ser campeão precisa ter genética de boi.

Conheça alguns garanhões de destaque nas pistas no post: Cavalo de Vaquejada

Sela e Acessórios de Vaquejada

Segurança e desempenho. Todo atleta precisa, amador ou profissional, Vaqueiro ou Cavalo. É muito importante e você não pode errar. Entendeu? Manda boi, papai!

Aqui algumas dicas de produtos e acessórios para você e seu cavalo:

Sela de Vaquejada
Sela de Vaquejada
Freio Professora
Freio Professora
Cabeçada para Vaquejada
Cabeçada para Vaquejada
Caneleiras para Cavalo
Caneleiras para Cavalo
Bota Don Diego
Bota Don Diego
Capacete
Capacete

Veja mais Acessórios para Cavalos

Circuitos e Bolões: onde correr boi

As principais Vaquejadas estão no Nordeste, são Circuitos, várias etapas realizadas em cidades e Parques diferentes. As premiações chegam a UM MILHÃO de reais. É sério!

Principais circuitos e etapas:

  • Campeonato Portal Vaquejada;
  • Circuito ACQM-PE;
  • Circuito PE-PB;
  • Vaquejada Don Roxão;
  • Vaquejada de Serrinha;
  • Vaquejada do Milão;
  • Parque das Palmeiras.

Músicas de Vaquejada

A Vaquejada é uma grande festa, ótima oportunidade para reunir os amigos e curtir um show massa.

O Forró e o Sertanejo são as Músicas de Vaquejada mais tocadas. E quem não gosta?

Aperta o play!

TV Vaquejada: canal ao vivo

A TV Vaquejada é a TV oficial da Vaqueirama. Acompanhe as disputas sem sair de casa, pelo computador ou celular.

Aperta o play!

Mercado: negócio lucrativo

Não foi apenas nas regras da disputa que esporte evoluiu.

Conforme se profissionalizou, houve investimentos nas condições de segurança dos vaqueiros e também na integridade e saúde dos animais.

Uma das atitudes tomadas foi a introdução do protetor de cauda, usado para o boi não se ferir quando é puxado pelo vaqueiro.

O equipamento consiste em um rabo artificial, feito a partir de uma malha de nylon e fixado junto à base do rabo do boi, revestindo a cauda.

Todos esses esforços se justificam pelo que o esporte representa.

Afinal.

O esporte movimenta 600 milhões por ano, mais de 120 mil empregos diretos e 700 mil indiretos, 650 milhões de pessoas circulantes e 4 mil eventos a cada ano. Segundo dados da Associação Brasileira de Vaquejada (ABVAQ).

Como destacamos até aqui, a Vaquejada é história, cultura, esporte e entretenimento.

Isso sem falar na geração de empregos e atração de turistas.

Projeto de Lei

Atividades com animais não agrada algumas pessoas. Elas se preocupam com os maus-tratos contra os animais, cavalos e bois.

Por isso.

Instituições a favor do esporte partiram para o caminho da regulamentação para tornar a Vaquejada Legal.

Uma dos primeiros nesse movimento foi o estado do Ceará, onde, em 2013, passou a vigorar a Lei Estadual n.º 15.299, regulamentando a Vaquejada como prática desportiva e cultural.

A Procuradoria da República no Ceará considerou a lei inconstitucional.

Foi solicitado ao Supremo Tribunal Federal (STF), tornar ilegal a realização da Vaquejada, alegando possíveis maus-tratos aos animais.

Em seguida.

Por decisão do STF, em 6 de outubro de 2016, a lei cearense era de fato inconstitucional e foi além, proibindo a vaquejada em todo o país.

Assim como. Outras manifestações culturais foram proibidas, como a Farra do Boi e Rinhas de Galo.

No entanto.

A Lei nº 13.364, publicada no dia 29 de novembro de 2016, estabelece a Vaquejada como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

Bem como, o Rodeio e demais atividades:

  • Provas de laço e apartação;
  • Provas de rédeas;
  • Provas dos Três Tambores;
  • Team Penning e Work Penning;
  • Outras provas típicas.

Conclusão: Cultura, Paixão e Esporte

A Vaquejada é uma paixão do povo Nordestino, é Cultura, Esporte e Amor ao Cavalo. Gera milhares de empregos e movimenta a economia.

A regulamentação e profissionalização do esporte é um caminho sem volta, assim como outros Esportes Equestres.

Por fim.

Deixe seu comentário abaixo com sua opinião ou dúvida.

E se o artigo fez você lembrar de alguém, compartilhe em suas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *